Archive

Archive for maio \19\UTC 2010

Site Semeadores da Fé

Bom, estou aqui grato pelas visitas e todos que entram em contato comigo, certamente serão respondidos. Queria também deixar a página do site Semeadores da Fé (clique) que vocês podem entrar, visitar as páginas, preencher o formulário com suas dúvidas, pedido, que iremos responder, pode também falar inclusive comigo por este site.

O site traz fotos e informações do evento, que certamente, será realizado anualmente, para glória do Senhor.

Conversão verdadeira. Conversão de um ateu

Eu não queria ir, mas realmente não tinha mais nada a fazer naquele domingo, de Páscoa, eu já estava todo arrumado, tinha acabado de desistir de uma festa, porque o carro não pegou, daí ele veio, e me cobrou… Eu já tinha até esquecido que fiz mais uma promessa que não cumpriria,  e fui pego de surpresa pois deixara escapar que a noite estaria livre, eu queria sair sim… mas não com ele… Como ele iria atuar em uma peça teatral, já foi me indagando. “Gosta de teatro?”, “Claro” – Respondo, “Então deixa este carro pra lá e vamos”. Não tive com recusar, que desculpa daria? Dessa vez ele conseguiu me levou a igreja que ficava bem pertinho de casa, não tive cara pra dizer não.

A peça era interessante, eu sequer acreditava em Deus, mas realmente gostava muito de teatro, foi muito bem produzido para um teatro “amador”, e na hora da crucificação, tinha um efeito de sangue jorrando das feridas de Cristo, até que se esgotou, foi nessa hora que aconteceu….

Eu estava ali, no pé da cruz, ele me olha de um jeito… Parecia que eu e que estava prestes a morrer, eu queria odiá-lo, pois eu não acreditava nele, mas ao mesmo tempo eu sentia necessidade de pedir ajuda. Não… Eu que ria que ele me ajudasse, que confusão, ele morrendo e eu é que peço ajuda… Não sabia por que, nem pra que, mas estava convencido de que precisada de sua ajuda… e ele estava morrendo sem antes me socorrer,  parecia não haver mas sangue naquele corpo, até que exclamou: “Eloí, Eloí, lamá sabactaní”, do meio daquela coroa de espinhos exprimiu-se uma gota de sangue, eu pensei que não havia, mas esperança pra mim, cri que aquele sacrifício foi por mim, mas eu o havia rejeitado quanto sem forças sua cabeça tombou para frente, aquela gota de sangue soltou-se da coroa e caiu, acompanhei até o chão….

Aquela gota de sangue que fez o milagre, eu não havia percebido, mas seu efeito foi grande, eu estava morto em meus pecados…

Em prantos. Mais tarde: feliz. Em ver que depois da minha única esperança naquele momento, Aquele que parecia-me ser o Único ser de todo o mundo naquele momento, resurgiu. Depois de três dias. Imagino a dor daquelas pessoas daquela época ao ve-lo também morto, como eu vi – não apenas na peça teatral. Eu senti como elas, mas havia o conhecido naquele momento, horas, minutos à traz. Como entrei em desespero. Mas lá estava Ele após “três dias” morto, limpo, até mais bonito que antes. De repente me vi, sim eu estava ali mesmo, aquele lugar que me parecia que antes me parecia uma ameaça, eu nunca me ajoelharia em frente a um altar, e abominario isto, pensei que eu estava louco, mas na verdade acabava de ser curado da minha loucura.

Este texto foi completamente editado para tornar-se evangelistico por Patrick Estevam.

Categorias:Estudos

Dia especial do diácono e da diaconisa em Araraquara

Ontem, foi muito especial ir à reunião que deu diplomas, de reconhecimento, para os diáconos e diaconisas das instituições religiosas da cidade de Araraquara, reencontrar algumas pessoas mesmo que de longe, e relembrar histórias. Pessoalmente estar com meus amigos do ministério que faço parte foi a parte mais especial de todas. Saber que o nosso reconhecimento vem do Senhor é o mais importante. Leia um pouco sobre a lei que já está em vigor na cidade de Araraquara, estado de São Paulo.

Institui o Dia Municipal do DIÁCONO e da DIACONISA a ser comemorado anualmente em 1º de maio e dá outras providências. Autor: Vereador Paulo Maranata

O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE ARARAQUARA, Estado de São Paulo, no exercício de suas atribuições legais, e de acordo com o que aprovou a Câmara Municipal, em sessão ordinária de 23 de junho de 2009, promulga a seguinte lei:

Art. 1º Fica instituído no âmbito deste Município o Dia Municipal do DIÁCONO e da DIACONISA a ser comemorado anualmente em 1º de maio, integrando o calendário oficial do Município de Araraquara

Leia mais…

Categorias:Uncategorized
%d blogueiros gostam disto: