Início > Experiências com Papai > Por um final feliz…

Por um final feliz…

Eu mal posso acreditar e entender tudo o que esta acontecendo na minha vida. Uns meses pra cá eu me senti infeliz e aborrecido, depois de tanto trabalho nas férias de Julho para um evento na minha Igreja, recebi a direção do meu Deus que deveria me aquietar e investir na minha vida pessoal.

Eu sempre, desde muito pequeno, fui livre para tomar minhas decisões, com 14 anos abri um ministério com um homem muito especial para mim, e naquele lugar o Senhor me ensinou a orar e a ouvi-Lo. Aprendi com Ele a receber direções – direções dEle e técnicas – de que eu precisava para manter meu ministério musical. Nunca escolhi tirar muito tempo para o estudo, não achava importante e sempre tinha a desculpa de colocar Deus em primeiro lugar, estava errado.

Há dois anos comecei a sentir desconforto na minha posição e algumas atitudes que me rodeavam, então senti-me na obrigação de buscar mais Deus, buscar mais a direção dEle. No final de julho deste ano, exatamente no último dia do mês, quando acabou o evento que havia trabalhado tanto para realizar para honrar o Senhor, eu chorei com muita dor, me sentia morrendo. Na manhã seguinte eu fui para certo lugar muito gostoso com minha família, as pessoas dali não me conheciam – certamente me acharam um adolescente problemático, fiquei toda manhã no carro chorando e dormindo, me levantei só para almoçar e depois à tarde fomos passear e acho que não fui tão gracioso, estava de óculos e boné -. Ali eu recebi uma resposta, na volta para casa, o Senhor confirmou que eu deveria me preocupar comigo.

Eu passei por três estágios: 1) O primeiro de achar que realmente era bom no que fazia, não acreditava que alguém pudesse fazer melhor. Todo arrogante e prepotente. 2) Achar que não era nada, de muitas pessoas falarem que eu me achava, que era arrogante, não me importava, era metido, eu realmente vi e então vi que não era nada, era mais um idiota no mundo, era um derrotado e fazia porque tinha que fazer, mas não era bonito e nem agradável, talvez Deus nem recebesse. Nesse segundo eu procurei servir muito, orar e ajudar pessoas ligando, orando junto, mandando mensagens e escolhendo pessoas como adoção para orar e fazer da minha meta vê-las felizes. Não posso dizer que este segundo tempo foi tão difícil, Deus me levantou como intercessor e aprendi muito a amar meu próximo, fiz grandes amizades, pessoas que eu com certeza conto. E agora o 3) Saber que tenho dons e que simplesmente os uso para trazer mais pessoas a Cristo e fazer com que elas usem seus dons para o mesmo fim. Uso meus presentes divinos para servir o próximo, isso realmente está bem claro para mim agora. Não é lavagem-cerebral, Deus realmente existe e mudou minha vida e apesar de tanta dor sempre me sustentou e eu feliz por te-Lo, incrível. Quero passar isso para meus próximos!

Tudo isso foi muito rápido, cresci muito rápido e sempre me achando adulto. Meus pais colaboraram, muitas coisas eu chegava neles e dizia: Olha, eu vou fazer isso, isso e isso porque eu sei que consigo, torçam por mim. Eles confiavam. Nem acredito que me deixaram ir para Belo Horizonte, tão longe! Sozinho! Eu sou tão mole. Nem acredito que consegui ficar lá sem nenhuma crise de abstinência familiar.

Hoje, eu estou procurando estudar para o vestibular, não é tão fácil levar a escola a sério, é muito árduo, é um ministério. Sempre que acabo alguma coisa e faço bem-feito, até mesmo terminar de estudar um assunto, eu vejo que foi adoração pura. Farei Publicidade e Propaganda, se o Pai quiser, sou muito indeciso sempre.

Gostaria de ter um fim, mesmo sem um, acho que vou postar no blog.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: