Inicio // Testemunho

Com 14 anos, conheci a pessoa que se tornaria um amigo, mais chegado que um irmão, mais tarde se tornaria meu pastor. Ele chegou à Igreja que eu congregava, e logo se tornou presbítero, e foi levantado a pastor. Pastoreava a congregação de meu bairro. Logo, não valeu à pena continuar por falta de comunicação entre os líderes, e falta de credibilidade nos atos proféticos que Deus mostrava para meu pastor. Várias reuniões, até que sua saída foi abençoada, então saiu. Eu não era nada, cantava algumas vezes, mas totalmente sem compromisso. Ele me ensinou a tocar bateria, levou sua bateria para a Igreja sede, e com a sua saída, ele a tirou, pois não seria mais eu que iria tocar se ela continuasse ali. Decidi resolver minha vida, não poderia continuar como estava, entrei em depressão, estava confuso. “Gostaria de sair também, o meu pastor saiu, quero aprender com ele, não foi a toa que ele veio e teve essa participação em nossas vidas”, mas me confirmaram que ele não era de Deus, e que não poderia sair também.

Autoridades colocadas por Deus em minha vida, não poderia negligenciar sua ordenança. Fui viajar, com depressão e perdendo o ano escolar, nada poderia perder mais. Meu contato com Deus se foi, não orava e desisti de continuar. Fui pra Fortaleza. Uma noite, não conseguia dormir, viraaava, viraaava, e quando ia finalmente dormir, alguma coisa me despertava. “Salte da camaaaaa, salta da camaaaa…” Resolvi saltar mesmo, e orar. “Se funciona com os crentes, eu sendo um, vai funcionar também”. Orei, e pela primeira vez falei com Deus sobre minha dor, e o que passava naquele momento, Ele sabia, mas queria escutar de mim. “Eu prefiro estar num deserto, e ter o Senhor bem por perto, se guiado por Teu Espírito sou, não importa o lugar, onde estou. Não temerei! Tua presença, Tua presença, faz toda diferença. Transforma o meu deserto, em um jardim secreto, lugar de intimidade contigo. Tu és tudo que preciso” cantei isso. Foi um chorôrô só ali… Voltei pra São Paulo, decidido. Conversei novamente com meus pastores e disse: “É isso que quero fazer, é isso que o Senhor me manda fazer”.

Autoridades colocadas por Deus em minha vida, mas quando as decisões passam a ser da carne, percebemos, porque há desgaste, entra doenças e infelicidade.  Fui, e no primeiro culto do ministério, estava lá, no quintal desse pastor. Até hoje, a luta continua, desde então, criei esse blog, então, depois disso, ta tudo registrado aqui. É só navegar e se identificar.

PS: Apesar de não aceitar ou responder todos os recados, eu os leio sempre e sou muito edificado também pelas palavras de encorajamento, e até canções e vídeos que me enviam. Os recados não aceitados é para sua própria segurança, para não divulgar seu e-mail. Um novo método de trabalho. Pode enviar seu e-mail tranquilamente que o comentário não será aceito, e-mail em pasta pública na web é uma porta para um paraíso de spams!

  1. jamilly cavalcante
    07/01/2011 às 07:29

    amado irmao, primeiramente paz e graça, te falo que me assustei qnd vc falou em Fortaleza eu meio que me assustei, ou melhor, me orgulhei, moro nessa cidade maravilhosa e abençoada pelo Senhor, sinto-me orgulhosa pela minha cidade, pois foi nela que vc teve seu primeiro contato com Espirito divino, parabens pela tua decisao. Que Jesus venha te usar cada vez mais de forma poderosa e inenarravel. conte com nossa oraçao, e qnd vc voltar a Fortaleza visite a nossa igreja, não é dificil encontra-la nao, essa igreja vem sendo usada por Deus de forma inigualavel e se tornou mt conhecida dentro e fora de Fortaleza, ASSEMBLEIA DE DEUS CANAÃ – sede. Vai ser um prazer te receber aqui. atenciosamente, Jamilly Cavalcante Herculano

  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: